Ação Educativa

28/08/2021

“Os museus são espaços que suscitam sonhos.”

Walter Benjamin

A seguinte proposta educativa tem como principal objetivo a experimentação artística por meio da tridimensionalidade, para tal, utilizaremos a coleção “Esculturas” (2000), de Juarez Machado.

A escultura “é uma forma de expressão artística que consiste na manipulação da matéria com intenção de criar formas tridimensionais”. (MARTINS, 2017, s/p). De acordo com Stamm (2020), vivemos em um mundo tridimensional, onde tudo que nos rodeia possui três dimensões. Mas apesar disso, o ser humano, de maneira geral, costuma expressar-se basicamente por meio de atividades bidimensionais, como o desenho, a pintura, a escrita, que são a representação daquilo que existe em três dimensões.

O artista ao criar uma escultura, utiliza técnica, criatividade, emoções, sentimentos, ideias, além da materialidade que é intrínseca à escultura relacionadas ao volume, forma, textura etc. Tudo isso extrapola as vivências bidimensionais, complementando-as, desenvolvendo noções de peso e equilíbrio, de quantidade, força e gravidade, além de, claro, contribuir para o desenvolvimento artístico, criativo, reflexivo, expressivo, motor, entre outros.

Outro ponto a ser trabalhado é a interação familiar, visto que a ação será desenvolvida juntamente deles. A sociedade evoluiu para um modelo familiar no qual os pais (responsáveis) trabalham, os filhos estudam e há pouca ou nenhuma interação entre família/escola. E a formação e desenvolvimento desses indivíduos deve começar no ambiente familiar, nessa interação que ocorre entre eles.

Portanto, desenvolver uma ação que envolva ambas as partes se torna significativo quando analisado não como uma atividade isolada, mas como um recurso que incentiva e conscientiza sobre a influência que realizar práticas pedagógicas em família tem para o desenvolvimento cognitivo da criança, inclusive na escola formal.

A atividade será fundamentada no sistema de interpretação Image Watching (1984), de Robert Ott. O ensino da crítica em museu é efetivo quando se utiliza das categorias descrevendo, analisando, interpretando, fundamentando e revelando. De acordo com Barbosa (2008), essas categorias ativam o conhecimento dos participantes relacionados à arte quando estes são instruídos a responder os itens contidos no procedimento.

A arte educadora evidência que os alunos, quando se relacionam com as obras da exposição, estão realizando uma performance e, ao mesmo tempo, utilizando-se de todos os sentidos e energia de concentração para produzir a performance em crítica de arte. Isto, quando efetivamente aplicado, possibilita uma educação artística que auxilia no desenvolvimento, aprendizagem, percepção e compreensão da arte como expressão em todos os níveis culturais, sociais e políticos da sociedade.

Fotos: Nicole Leite

0
    0
    Seu carrinho
    Carrinho VazioVer produtos